Páginas

sábado, 15 de outubro de 2011

Hábitos e costumes

Já temos as restrições inerentes a estarmos vivos, então para que ainda inventar e/ou aceitar as convenções?